Jornalista e pesquisadora da Universidade Federal Fluminense investiga a desinformação em áreas periféricas

Dentre outros fatores, Marcelle Chagas quer entender como se dá o fluxo de desinformação científica em comunidades do Rio de Janeiro, bem como o impacto da atuação de jornais comunitários para os moradores, tomando como ponto de partida as experiências do primeiro ano da pandemia do COVID-19 Por Nathália Coelho Embora a desinformação seja umContinuar lendo Jornalista e pesquisadora da Universidade Federal Fluminense investiga a desinformação em áreas periféricas